sábado, 28 de abril de 2012

Captura ilegal de coral vermelho na costa algarvia

Foi amplamente hoje noticiada na Comunicação Social uma operação inédita levada a cabo pela Polícia Marítima, que visou a detenção de um grupo de seis elementos, três portugueses e três espanhóis, que capturavam coral vermelho a quase 100 metros de profundidade.

Esta terrível delapidação dos recursos naturais da costa portuguesa ocorria por um grupo extremamente profissional, que contava com uma equipa de mergulhadores e um navio com uma câmara hiperbárica que permitia a descompressão dos mergulhadores. Este coral, extremamente raro, é igualmente valioso, podendo cada quilo a bruto custar cerca de mil euros e, quando trabalhado, chega a valores comerciais na ordem dos 30.000 euros.

Tendo sido uma operação inédita, é obviamente de saudar a atenção das nossas autoridades a este tipo de atrocidades ambientais. O coral vermelho, de indiscutível beleza e valor ambiental, pode demorar quase uma década a crescer... um centímetro. O coral em questão tinha centenas de anos.

Podem consultar a notícia, por exemplo, no Jornal "O Público".

Sem comentários:

Publicar um comentário