segunda-feira, 21 de maio de 2012

Energia Sustentável





A ONU declarou 2012 como o "Ano Internacional da Energia Sustentável para Todos", uma iniciativa que pretende chamar a atenção para a importância do acesso universal à energia como forma de promover o desenvolvimento e aliviar a pobreza no planeta.


Dados da ONU mostram que mais de 1400 milhões de pessoas em todo o mundo não têm acesso à electricidade, e outros 1000 milhões só têm acesso a ela de forma intermitente o que, segundo a própria Organização, acarreta problemas de saúde, déficit educacional, destruição ambiental e atraso económico.


Com esta iniciativa a ONU, pela voz do seu secretário-geral, Ban Ki-Moon, pretende obter os seguintes objectivos até 2030: assegurar a que todos tenham acesso a serviços modernos e mais sustentáveis de energia; reduzir em 40% a intensidade energética global (melhorar a eficiência energética)- aumentar em 30% o uso de energias renováveis em todo o mundo.


A energia sustentável (Sustainable Energy), definida como a energia que é acessível, limpa e mais eficiente, ajuda o acrescimento e desenvolvimento económico. Contudo, uma em cinco pessoas nao tem acesso aos serviços da energia moderna. De modo a alcançar energia sustentável para todos, os países desenvolvidos tentam conciliar o desafio com a oportunidade de transformar as infraestruturas já existentes. Com três objectivos principais, assegurar o acesso universal aos serviços modernos de energia, duplicar a taxa global de melhoria de energia eficiente, e duplicar a quota de energia renovável. A energia renovável representa actualmente 15% do cabaz energético global. O objectivo do Secretário-Geral de dobrar esse percentual até 2030 requer o apoio de todos os setores da sociedade, incluindo indivíduos. Ademais, os produtos de energia renovável e serviços constituem um segmento crescente do mercado internacional. Investir em energia sustentável corresponde a uma estratégia inteligente para mercados em crescimento, melhorando, deste modo, a competitividade e proporcionar uma maior equidade e oportunidade.


Como parte do compromisso de alcançar os objectivos da iniciativa "Susteinable Energy for All", a Comissão Europeia (CE) anunciou recentemente a sua iniciativa de desenvolvimento da energia, que irá fornecer aos países em desenvolvimento com o apoio de que precisa para auxiliá-los no fornecimento de acesso de modo a obter energia sustentável. Com a ajuda da CE, os países em desenvolvimento que assinam para a iniciativa terão a oportunidade de adotar uma tecnologia mais eficiente desde o início, ultrapassando tecnologias e infra-estrutura que os países desenvolvidos estabeleceram no passado.





O objetivo da iniciativa é fornecer serviços de energia a  500 milhões de pessoas até 2030, através da concretização em países em desenvolvimento de elementos do programa, tais como,
 criação de um mecanismo de assistência técnica de classe mundial, atraindo a participação de peritos da UE para desenvolver competências técnicas nos países em desenvolvimento, um foco no aperfeiçoamento, expansão e melhoria relacionadas com a energia instrumentos financeiros inovadores e sistemas de garantia de risco nos países em desenvolvimento a fim de desbloquear um maior investimento privado, e por fim, gerar um esforço adicional para mobilizar várias centenas de milhões de euros para apoio concreto de novos investimentos em energia sustentável em países em desenvolvimento, com o objetivo de melhorar ainda mais os fluxos de investimento adicional do setor privado.



A União Europeia é a maior fornecedora de ajuda ao desenvolvimento no mundo, e a “Energizing Development Initiative” é outra forma que a mesma desempenha, concretizando um papel crítico nos esforços para acabar com a pobreza de energia ao redor do globo.


Sem comentários:

Publicar um comentário